Tamy Itsumo Otome ~[Hiatus]~: Agosto 2009

Blog melhor visualizado pelo fire fox.

Caso não tenha recomendo baixar

domingo, 30 de agosto de 2009

Lendas Japonesas: Tanabata

tanabata Pictures, Images and Photos


Através do céu estrelado de uma noite de verão, é possível avistar duas estrelas, em lados opostos: Altair e Vega. Dizem que estas duas estrelas foram, há muito tempo, um homem e uma mulher, que agora só se encontram um vez por ano, no sétimo dia do sétimo mês, 7 de julho. A lenda a seguir é a história dos dois.

Era uma vez um homem, chamado Mikeram. Um dia, quando voltada do trabalho e andava perto de um lago, avistou uma manto preso a uma árvore. Era feito de tecidos finos, muito bonito e brilhante. "Que lindo manto! Deve valer uma fortuna", pensou o rapaz. Ele pegou o manto e guardou consigo.

"Com licença senhor", ouviu alguém dizer enquanto se preparava para ir embora. "O senhor viu o meu manto, ele estava aqui, sobre esta árvore?" Mikeram mentiu, "não, não vi nada parecido com um manto aqui". "Ai, como voltarei agora para o meu reino, acima das nuvens, sem meu manto eu não consigo.", disse a jovem mulher.

Ela se chamava Tanabata. Mikeram apaixonou-se pela linda mulher à primeira vista e tinha medo que, ao devolver o manto, ela partisse para longe. "Venha comigo, você pode ficar na minha casa enquanto não encontra seu manto sagrado".

Eles se casaram e viveram juntos por alguns anos. Mas Tanabata olhava para as estrelas todas as noites, ela tinha muita saudade de seu reino. Todos os dias Mikeram saía para trabalhar e Tanabata ficava em casa, com os passarinhos. Um belo dia, ela viu um passarinho bicando algo no telhado e logo percebeu que era o seu manto.

"Então foi Mikeram que pegou meu manto, ele sabia o tempo todo". Preparou-se para partir, vestiu seu manto e ia subindo, quando ouviu Mikeram gritando. "Você encontrou seu manto, me perdoe, não vá, eu te amo". Tanabata gritou, "Se realmente me ama, faça mil pares de chinelos e enterre-os perto de um broto de bambu. Assim nós nos encontraremos novamente, eu estarei esperando". E partiu voando.

Assim, dia após dia e noite após noite, Mikeram produziu chinelos e mais chinelos. Quando finalmente conseguiu juntar mil pares, correu para um broto de bambu e os enterrou. De repente, o bambu cresceu e cresceu. Sem perder tempo, Mikeram subiu até as nuvens. Mas, quando chegou perto do topo, percebeu que não havia mais árvore para subir e ainda faltava um pouco para chegarão topo. Na verdade, ele havia errado na conta, construíra somente 999 pares de chinelo.

"Tanabata, Tanabata, me ajude a subir, sou eu, Mikeram". Tanabata ouviu os gritos do marido e correu para ajuda-lo. Quando ele finalmente conseguir subir, os dois se abraçaram. Mas de repente, ouviram um grito, "quem é você?", perguntou o pai de Tanaba a Mikeram.

"Ele é meu marido e eu o amo", disse Tanabata. O pai não gostou nada de Mikeram, ele era de outro reino e não servia para sua linda filha. "Para ficar aqui, meu rapaz, você terá que cumprir algumas tarefas. Está vendo aquelas cestas, eu quero que você plante todas as sementes que estão nelas". "Sim, senhor, farei isso.", respondeu timidamente Mikeram.

Havia milhares de sementes e ao final de três dias, Mikeram plantara todas. "Mas, o que significa isso? Você plantou as sementes no campo errado", disse o pai, enfurecido. "Você terá que plantar todas novamente e rápido", ordenou. Pobre Mikeram, levaria anos para achar todas as sementes e planta-las novamente.

Felizmente, Tanabata teve uma grande idéia: chamou seus pássaros de estimação e pediu para que eles achassem e replantassem todas sementes, juntos com outros pássaros amigos. Assim, o céu ficou coberto de pássaros, que cumpriram a tarefa.

O pai de Tanabata mal pode acreditar no que viu. Logo pensou em outra tarefa difícil para Mikeram: ele deveria cuidar da plantação de melancias por três dias e três noites, sem comer ou beber nada. "Tome muito cuidado, Mikeram, melancias são frutas sagradas no meu reino", advertiu Tanabata, "não coma uma sequer."

Após dois longos e cansativos dias, Mikeram estava exausto, com muita fome e sede. Ele não resistiu e abriu uma das milhares de melancia. De repente, uma enorme quantidade de água jorrou da melancia, como um rio turbulento, arrastando Mikeram para longe, muito longe do reino das estrelas e de Tanabata.

A partir deste dia, Tanabata e Mikeram se encontram somente uma vez por ano, no dia 7 de julho. Nesta data, o pai de Tanabata convoca todos os pássaros do reino para formar uma grande ponte, que leva Mikeram a Tanabata.

Uma outra versão da lenda é que um homem pobre e humilde e uma Deusa se apaixonaram, mas o pai da Deusa não aceitou isso, já que além de pobre não passava de um mortal, mas Tanabata mesmo assim quis ficar ao lado do homem que amava,seu pai ficou tão furioso que transformou os dois em estrelas e colocou-as em partes opostas do universo, mas Deus, que ficou com pena dos dois lhes disse: - Uma vez por ano vocês poderão se ver, mas só se realizarem os desejos do povo da terra.

E mais outra versão dessa lenda

Uma lenda inglesa conta a origem do festival Tanabata:

Há muito tempo, de acordo com uma antiga lenda, morava próximo da Via-Láctea uma linda princesa chamada Orihime (織姫) a "Princesa Tecelã".

Certo dia Tenkou (天工) o "Senhor Celestial", pai da moça, apresentou-lhe um jovem e belo rapaz, Kengyu (牽牛) o "Pastor do Gado" (também nomeado Hikoboshi), acreditando que este fosse o par ideal para ela.

Os dois se apaixonaram fulminantemente. A partir de então, a vida de ambos girava apenas em torno do belo romance, deixando de lado suas tarefas e obrigações diárias.

Indignado com a falta de responsabilidade do jovem casal, o pai de Orihime decidiu separar os dois, obrigando-os a morar em lados opostos da Via-Láctea.

A separação trouxe muito sofrimento e tristeza para Orihime. Sentindo o pesar de sua filha, seu pai resolveu permitir que o jovem casal se encontrasse, porém somente uma vez por ano, no sétimo dia do sétimo mês do calendário lunar, desde que cumprissem sua ordem de atender todos os pedidos vindos da Terra nesta data.

Na mitologia japonesa, este casal é representada por estrelas situadas em lados opostos da galáxia, que realmente só são vistas juntas uma vez por ano: Vega (Orihime) e Altair (Kengyu).

Sendo assim, existe um feriado japonês chamado Tanabata, que eles escrevem num papel um desejo e penduram numa árvore e depois a queimam, para que a fumaça com seus desejos cheguem até os dois e sejam realizados.

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Fan Fic: Fruits Basket - O fim de um pesadelo [Parte 01]

Uotani, Hanajima and Tohru Pictures, Images and Photos

Capítulo 01 - A Maldição é Descoberta!

Tohru estava pendurando as roupas no varao, era um sábado lindo e calmo... Realmente morar perto de uma floresta deixava o ar mais fresco e a paisagem linda, quando Tohru olhou em volta para apressiar a paisagem, se surpreendeu com a surpresa que viu no portão dos Soumas

Tohru - H-HANA-CHAN! UO-CHAN! O que estão fazendo aqui!? - Falou Tohru surpresa.

Uotani - É que como eu não tinha ido á escola faz 4 dias, fiquei com saudades e decidi te visitar! E convenci a Hana-chan aqui a vir também! ^^...

Hanajima - Espero que não se importem, trouxe meu irmão também...

Megumi - Esse lugar parece amaldiçoado. - Disse o garoto olhando seriamente para a casa a sua frente.

Tohru - A-Amaldiçoado!? - Disse Tohru preocupada e com medo ao mesmo tempo - C-CLARO QUE NÃO! Esse lugar é muito tranquilo! Não tem nenhum neko(gato) homem ou rato homem ou cachorro homem ou esse tipo de coisa! O¬O'

Uotani - Do que você tá falando? o.õ'

Hanajima - Suas ondas estão meio pertubadas... Está preocupada com alguma coisa?

Tohru - Preocupada!? - falou ela tentando esconder que estava mais tensa - Claro que não! É lógico que o Kyo não é um gato!

Uotani - Concordo plenamente! Ele é um macaco sarnento! XD

Tohru - Não! A Ritsu-san também não é um macaco!

Hanajima - Está se sentindo bem Tohru?

Megumi - Sabe de algo sobre a suposta maldição?

Tohru - M-M-M-MALDIÇÃO!? - Agora a Tohru não sabia o que falar - Eu não sei de nada! Não sei sobre os Juninshi! Não sei que conexão o Shigure e o Poch-chan tem! Não sei! Não sei quanto é 1 + 1 subtraido pela raiz quadrada de 126 multiplicado pelo décimo de 45 e dividido ao quadrado! Não sei de nada disso!

Uotani - E eu muito menos @_@'

Tohru - Viu? Ninguém sabe disso! ^^

Kyo - Ei! Que barulhada toda é essa em plena manhã!? - Falou Kyo nervoso saindo de casa para ver o que estava acontecendo - Ah, se não e a Uotária!

Uotani - Se não é o Kyonkichi!

Kyo - É KYO SUA MACACA VELHA!

Tohru - Macacos não existem!

Megumi - Você... - Falou Megumi se aproximando beeeem perto de Kyo, o encarando como se ele soubesse de algo que lhe interessava, e isso deixou Kyo todo arrepiado - Você parece que recebeu uma maldição bem pesada, hein?

Kyo - M-Ma o que? Quem é esse pirralho!?

Hanajima - Meu irmão, ele é especialista em maldições...

Kyo *pensando* - Tinha que ser irmão dessa esquisitona!

Tohru - M-Mas maldições não existem! Né, Kyo-kun!?

Kyo - É! E será que eu posso ter o meu espaço pessoal de volta!? - Falou Kyo nervoso com o menino que ainda o encarava beeem de perto.

O menino parou de encarar Kyo mais ele ainda se sentia incomodado com aquela situação, e Tohru tentou amenizar o clima pesado entre eles e o clima confuso entre ela e suas amigas.

Tohru - Já sei! Vamos tomar sorvete todo mundo junto! Que tal!? ^^

Kyo - Não!

Uotani - Oras seu cachorro velho! Por que você é assim tão anti-social? Não sei por que mais você as vezes parece que está evitando todas as meninas do colégio! Cê é gay?

Kyo - MAIS É LÓGICO QUE NÃO SUA YANKE BAKA-MUNDI! - Falou ele irritado - Se eu fosse não acha que eu já teria um namorado ou sei lá o que até agora!?

Uotani - Rabugento do jeito que tu é? Não! ¬¬'

Tohru - P-Por favor, não vamos brigar!

Megumi - Deixa eles brigarem, é divertido.

Tohru - Vamos todos tomar um sorvetinho da paz, não é melhor!? ^^'

Kyo - Por que tanta essistência em ir tomar um sorvete!? - Falou Kyo nervoso.

Tohru - Ah, é que eu ando meio com vontade desde que o verão começou... Desde o dia que o Hiro-san e a Kisa-chan nos visitaram que eu não tomo mais sorvete... Por que depois eu fiquei resfriada por tomar chuva... Por causa daquele dia que eu fui atras de você que você tinha fugido de casa, lembra?

Sim, Kyo se lembrou logo de cara, no dia que ele fugiu de casa por que Tohru havia vido a sua verdadeira forma, ela tinha ficado toda ensopada e depois de levar uns puxões de cabelo de Akito, ela ficou resfriada por um bom tempo, isso tudo fez Kyo se sentir culpado, já que ela só pegou chuva por causa dele, e ele ainda por cima tinha dado uns chega pra lá naquele dia...

Tohru - M-mas... Aquilo não foi culpa sua! Eu fui atras de você por que eu quis! Então eu fiquei resfriada por bobeira minha mesmo... N-Não que ter ido atrás de você tenha sido bobeira! É que...

Kyo - Tá! -Falou ele virando a cara e fechando os olhos - Eu já entendi! Eu vou!

Tohru - M-Mas se for um incomodo, então não precisa...

Kyo - Eu já disse que vou! Pare de falar antes que eu mude de idéia!

Tohru - S-Sim!

Tohru ficou com um pouquinho de receio já que Kyo havia respondido daquele jeito, mas isso já era parte dele mesmo, e Tohru ficou com um enorme sorriso, já que ela estaria ao lado de algumas das pessoas que ela mais ama no mundo: Uotani, Hanajima e Kyo...

Tohru - Muito obrigada Kyo-kun! Isso me deixa muito feliz! Muito feliz mesmo! - Falou Tohru com o maior sorriso que ela podia fazer.

Aquelas palavras, aquela expressão em seu rosto... Fez Kyo lembrar de quando eles foram pras águas termais e Kyo tinha decidido que ia com ela... Era a mesma expressão que daquele dia, e isso deixou de certo modo, o Kyo mais feliz.

Kyo - Você é tão ingênua... - Falou Kyo com um meio sorriso, com uma expressão serena no rosto.

E assim, todo mundo (como sempre) fez o que Tohru pediu, e foram tomar sorvete numa praça, de baixo da sombra de uma árvore, sem dúvida o dia estava perfeito para um sorvetinho com os amigos, todos gostavam de ver a expressão ingênua que Tohru fazia a cada lambida naquele saboroso sorvete, ela sem dúvida trazia paz a todos ali presentes.

Hanajima - É bom ver Tohru sorrindo tanto desse jeito!

Uotani - Sim, você sempre está com um sorriso no rosto, mas desde que conheceu os Soumas seu sorriso está mais bonito!

Tohru - É por que eu amo cada um dos Soumas! Eles para mim são uma segunda família!

Kyo - Você ama todo mundo ¬¬'...

Tohru - Obrigada! ^^

Kyo - Isso não foi bem um... Ah, esquece...

Tohru - Megumi-san, você parece intediado...

Megumi - Sim, não tenho nada pra fazer!

Uotani - Que tal a gente jogar futebol!

Hanajima - E com que bola?

Uotani - A gente pega uma latinha na rua...

Tohru - E-Eu não sei jogar futebol sabe? ^^'...

Uotani - Eu te ensino! Sou campeã em futebol de rua! E você também vai jogar né, Kyonkichi!?

Kyo - É KYO! KY-O! K-Y-O! KYOOO!

Tohru - Vamos jogar Kyo-kun? Para o Megumi-san não ficar intediado!

Kyo - Só vou jogar pra fazer essa yanke chorar de tanto perder!

Uotani - Isso se EU não fazer isso primeiro!

E assim, eles começaram a jogar futebol (Megumi e Tohru ficaram como goleiros e Hanajima como juíza... Só o Kyo e a Uotani que jogaram ¬¬')... Porem... No meio desse jogo quando Uotani foi tentar tirar a bola de Kyo, ela esbarrou nele e ele se transformou em um gato! O pior é que TODOS viram e Tohru ficou desesperada!

Tohru - K-KYO! Foge! Some! Ah...

Uotani - Eu que fiz isso!? O_O'

Hanajima - E eu aqui pensando que a bruxa era eu...

Kyo e Uotani ficaram se encarando por um bom tempo, e Kyo sem saber o que fazer num momento desses...

Uotani - Eu só posso estar sonhando!

Kyo - Isso mesmo! Você está dormindo! Agora feche os olhos e volte a dormir!

Uotani - Mais é lógico que isso não é um sonho! ÒÓ*

Kyo - Então por que você pensou que era baka!?

Uotani - Mais mesmo você tendo diminuido de tamanho você continua abusado né não!? ÒÓ*

Kyo - Sou pequeno mais não sou metade! Você pode tá grande agora mais não é dois! Ò.Ó*

Tohru - K-Kyo, me desculpe! É tudo culpa minha! Eu não devia ter pedido pra você vim!

Hanajima - Tohru, poderia explicar a coisa toda que nem eu tô entendendo?

Tohru - Quando o Kyo voltar ao normal... Eu explico...

Uotani - Há! Mais eu até acho que ele fica até melhor como gato!? XD

Kyo - Deixa eu voltar ao meu tamanho que eu...!

Antes que Kyo terminasse de falar, Uotani enfiou um peixe cru (que nem sei daonde ela tirou isso O.O') na boca do Kyo.

Uotani - Abaixa o facho gatinho!

Continua...

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Fruits Basket: Episódio 23 - Será a Tal de Ritsu a Filha Daquela Mulher?



Caso queira assistir ao episódio 22 ou 24, vá ao link abaixo:

Episódio 22

Episódio 24

Yaoi, Boys Love e Shounen-ai, o que são?

Yaoi Fangirl Pictures, Images and Photos

Yaoi (やおい) é um gênero de publicação que tem o foco em relações homossexuais entre dois homens e tem geralmente o público feminino como alvo. O termo se originou no Japão e inclui mangá, anime, novelas e dōjinshis. No Japão esse gênero é chamado de "Boy's Love", ou simplesmente "BL", e "yaoi" é mais usado por fãs do ocidente. O yaoi se expandiu para além do Japão; materiais podem ser encontrados nos Estados Unidos, assim como em nações ocidentais e orientais ao redor do mundo.

yaoi Pictures, Images and Photos

Terminologia

Pronúncia
Na pronúncia japonesa fiel, todas as três vogais são pronunciadas separadamente. Apesar disso, é frequentemente escutado com apenas duas sílabas, IPA: [jaoi]. Em inglês, yaoi é comumente pronunciado /ˈjaʊiː/ YOW-ee ou /ˈjaʊiː/ YEAH-oy.

Yaoi! xD Pictures, Images and Photos

Significado
As letras em inglês formam o acrônimo da frase 「ヤマなし、オチなし、意味なし」 (yama nashi, ochi nashi, imi nashi), que é traduzido para o português como "Sem clímax, sem resolução, sem significado", ou como a frase de efeito "Sem pico, sem ponto, sem problema.", apesar do termo não ser usado dessa maneira. O termo parece ter sido originalmente usado no Japão por acaso por volta de 1970 para descrever dōjinshis que continham uma paródia bizarra e brincalhona. Apesar disso, o termo acabou por se tornar referente apenas ao material de relações homossexuais explícitas entre dois homens. Yaoi não é um termo comum na cultura japonesa; é específica para a subcultura otaku.

Yaoi Pictures, Images and Photos

Uso
Yaoi, fora do japão, é um termo utilizado para todos os mangás que contém relações homossexuais feitos para mulheres no Japão, assim como os mangás que contém relações homossexuais feitos no ocidente. O nome atual do gênero no Japão é chamado 'BL' ou 'Boy's Love', que é uma extensão do Shoujo e das categorias para mulheres, porém é considerado uma categoria diferente. Como o 'Yaoi' é considerado nos Estados Unidos, 'Boy's Love' é usado no Japão para incluir: Obras comerciais e amadoras com ou sem a presença de sexo, dōjinshis com adolescentes e menores homens com a presença ou não de sexo, trabalhos em vários tipos de mídia - mangá, anime, novelas, games, CDs de drama com conteúdo homossexual entre homens, e personagens homens de todas as idades em relacionamentos homossexuais. Termos como yaoi, shōnen-ai, tanbi, June, e original June, são todos referidos no Japão como Boy's Love. Porém, não inclui publicações diversas gay.

yaoi lovers Pictures, Images and Photos

Apesar do yaoi ser às vezes usado para se referir a qualquer conteúdo homossexual entre homens em filme e mídia impressa, em geral obras criadas por mulheres, é geralmente considerado um uso errado do termo. Artistas japonesas profissionais, como Kazuma Kodaka, são cuidadosas ao distinguir seus trabalhos como "yaoi", ao invés de "gay", quando os descreve para os leitores falantes do inglês.

hot yaoi Pictures, Images and Photos

Apesar do gênero ser vendido por e para mulheres e garotas, homens gays e bisexuais ocidentais também agem como leitores e criadores de obras relacionadas de Fanart e Fanfiction. Não é correto afirmar que todos os homens gays são fãs do gênero, já que algumas nuances são deixadas de lado pelo estilo artístico feminino ou pela descrição irrealista da vida de um homem gay, e ao invés disso, procuram mangás gays, escrito para ou por homens gays.

togainu no chi Pictures, Images and Photos

Uke e Seme
Os dois participantes em uma relação yaoi são geralmente referidos como Seme (Atacante) e Uke (Recebedor). Apesar desses termos terem se originado nas artes marciais, São usadas com contexto sexual faz séculos e não carregam nenhuma conotação degradativa. Seme é derivado do verbo japonês semeru (Atacar) e uke do verbo ukeru (Receber). Assim como homens gays em português são referidos como "Ativo" e "Passivo", seme e uke são uma analogia mais próxima para "lançador" e "pegador" (sic)

Misaki Takahashi and Akihiko Usami Pictures, Images and Photos

O seme é geralmente descrito na cultura anime e mangá com o estereótipo de um homem fisicamente forte, decidido e/ou protetor. O seme geralmente tem traços característicos, como um queixo forte, cabelo curto, olhos pequenos e um estereótipo mais masculino do que o uke. O seme usualmente persuade o uke. O uke usualmente é mais baixo, delicado, tem características mais novas e/ou infantis com olhos grandes. Ele é geralmente menos experiente em romance ou sexo e isso faz com que a sua interação com o seme seja sua primeira experiência homossexual. A linha do tempo na qual um uke resiste em fazer sexo anal com um seme é considerado similar a resistência do leitor em ter sua primeira relação sexual enquanto ainda é virgem.

Hiei and Kurama Pictures, Images and Photos

Apesar desses estereótipos serem comuns, nem todos os trabalhos aderem a eles. Por exemplo, algumas dos trabalhos publicadas por Be X Boy mostra histórias com temas como um seme mais novo ou "reversíveis" (Inversão dos papéis). A "regra da altura", regra na qual o personagem mais alto é o seme, é também quebrada algumas vezes.

:O Pictures, Images and Photos

Alguns escritores(as), tanto japoneses(as) quanto ocidentais, especialmente em BL/shōnen-ai/yaoi, se questionam até quando os papéis do seme e do uke são uma parte essencial do yaoi como um gênero, e se estão movendo-se para longe ou totalmente abandonando os tradicionais papéis seme/uke. Isso é mais comum em fanfics yaoi para séries de anime ou mangá que estréia personagens que não se encaixam nos papéis de seme e uke. Escrever um papel tradicional de seme ou uke para eles é geralmente visto como "fora do personagem", ou seja, não se encaixariam na visão atual que se têm dos mesmos na história.

Junjou Romantica Pictures, Images and Photos

Yaoi vs. Boy's Love
Ao contrário ao que acredita muitos fãs, "yaoi" não é o nome primário desse gênero no Japão. Originalmente muitos desses materiais eram chamados "june", um nome derivado de uma publicação de mesmo nome que publicava romances homossexuais entre homens, histórias escritas que trabalhavam com a beleza usando particularmente linguagem suave e simples com expressões grandiloqüentes. Eventualmente "june" foi trocado por "BL" ou "Boy's Love", o qual permaneceu como o nome mais comum.

Anime Couple Pictures, Images and Photos

Fãs no Japão começam atualmente a escrever "yaoi" como um nome para o gênero Boy's Love, usualmente na forma 801. "801" é derivada das mensagens de texto de telefones celulares, onde a tecla 8 abriga o kana や (ya), 0 abriga o "o," e 1 abriga "i.". Por exemplo, em um mangá da internet chamado Tonari no 801-chan (となりの801ちゃん), é abordada a história de um garoto que quer namorar uma garota que é fã do gênero BL.

cutest yaoi couple ;) Pictures, Images and Photos

Yaoi vs. Shōnen-ai
Yaoi e shōnen-ai são termos que são às vezes usados por fãs ocidentais para descrever o conteúdo de um título dentro de um género. Aqui yaoi é usado para descrever títulos que contêm cenas de sexo e outros temas sexualmente explícitos. Em contrapartida, shōnen-ai é usado para descrever títulos que focam mais no romance e não inclui conteúdo sexual explícito. Essa definição de yaoi às vezes conflita com o uso da palavra para descrever o género como um todo e é um objecto frequente de debates. Há também uma segunda definição, comummente usada por escritores de fanfics, que aplica yaoi para histórias com romance sem presença de conteúdo sexual explícito, e lemon para histórias com conteúdo sexualmente explícito.

yaoi couple Pictures, Images and Photos

Enquanto shōnen-ai literalmente significa "amor entre garotos" (Boy's Love), os dois termos não são sinónimos. No Japão, shōnen-ai é usado para se referir a um agora obsoleto subgénero do shoujo que conta histórias de garotos pré-adolescentes que pendem do platônico para o romântico. O termo era originalmente e é atualmente usado para descrever pedofilia. Boy's Love, por outro lado, é usado como um nome do género e se refere à todos os títulos com presença de conteúdo sexual ou a idade dos personagens na história.

sasunaru Pictures, Images and Photos

Dōjinshis
Dōjinshis costumam estrear pares homens homossexuais de obras não românticas de mangá e anime. Muito desse material deriva de obras shōnens e seinen direcionadas para o público masculino, que são persuadidas pelos fãs para implicar atração homossexual. Apesar disso, fãs podem criar pares masculinos homossexuais de qualquer obra publicada de mangá e anime. Pares "quebrados" e crossovers às vezes estream pares românticos impossíveis ou improváveis.

lol Pictures, Images and Photos

Apesar de focados em dōjinshis baseados em mangás em particular, qualquer personagem masculino pode se tornar o assunto de um dōjinshi yaoi, como personagens que não fazem partes de títulos de séries de mangás, como Harry Potter e Piratas do Caribe. Séries de video games também costumam ser um alvo, incluindo séries como Kingdom Hearts e Final Fantasy

the red team Pictures, Images and Photos

Muitos dōjinshis são criados por amadores que costumam trabalhar em "círculos"; por exemplo, o grupo CLAMP começou como um círculo amador de dōjinshi. Porém, alguns artistas profissionais, como Kazumi Kodaka e Maki Murakami, também criam dōjinshis.

doujinshi yaoi Pictures, Images and Photos

Alguns autores criam subuniversos separados nas suas histórias e dōjinshis. Em alguns casos, esses subuniversos, chamados "AUs" ou "Alternate Universes", ganham suas próprias versões de fãs que podem ser mais populares que as séries originais.

hot yaoi Pictures, Images and Photos

Publicação
Trabalhos Yaoi e BL são vendidos para países falantes do inglês por companhias que os traduzem e os imprimem em inglês; companhias como Digital Manga Publishing com suas produtoras 801 Media e June, assim como Dramaqueen, Kitty Media e Tokyo Pop sob sua produtora BLU.

Gravitation Pictures, Images and Photos

No Brasil, atualmente a editora JBC está publicando Gravitation, um famoso shōnen-ai de Maki Murakami.

Yaoi Manga Pictures, Images and Photos

Produtoras japonesas de Yaoi
Aqua Comics – CL DX – B's Anima Seires – Bamboo Comics – Be X Boy Comics – Boys L – Chara Comics – Chocolat Comics – Dear + Comics – Diamond Comics – Drap Comics – Enrous Comics – Gush Comics – Gust Comics – Hanaoto Comics – Hanawaru Comics – June Comics – Kousai Comics – Marble Comics – Misshi Comics – OAK Comix – Paper Moon Comics – Pias Series – Racish Comics – Sanwa Comics – SBK C (Shobukan Comics) – Scholar LC Rutile Series – Shubeiru Comics – Shy Comics – SUPER BBC – Zero Comics - Shota Comics - Yaoi Hentai Comics

yaoi Pictures, Images and Photos

Revistas japonesas de Yaoi
Asuka Ciel - B's Log - Be X Boy - Dear +

Fabio Shin transformará vida de Michael Jackson em mangá



O professor de mangá e criador da escola de desenhos Japan Sunset, Fabio Shin, transformará em mangá a vida e a trajetória artística do Rei do Pop, Michael Jackson.



O roteiro, que inicialmente viria para comemorar a volta do astro aos palcos e a suposta produção do novo CD, será obviamente alterado devido ao falecimento e está nas mãos de Ledo Vieira, que, além de ser um estudioso da vida e trajetória do artista, é um dos organizadores do maior fórum do Michael Jackson realizado no Brasil, o MJPIX.

Segundo Fábio Shin: “Todos os envolvidos neste projeto, inclusive eu, somos fãs de Michael Jackson e ficamos extremamente abalados com a sua morte repentina, e achamos que a produção de um mangá seria a melhor forma de homenagear o artista que influenciou uma geração inteira de pessoas e a mim, particularmente. Suas músicas sempre me dão força para lutar pelos meus anseios e muitas vezes me espelho nas suas atitudes para tomar decisões pessoais”. Fabio diz também que descobriu durante as pesquisas que Michael era um grande fã da cultura japonesa, especialmente de mangá e anime, arriscando até mesmo alguns traços de vez em quando.

O lançamento do mangá está previsto para 2010 pela editora SEOMAN em formato de livro com mais de 180 páginas. Os desenhos serão assinados por Fabio Shin e Rafael Kirschner e o roteiro será de Ledo Vieira.

domingo, 23 de agosto de 2009

Mangá Shounen: Jisatsu Circle

Jisatsu Circle Pictures, Images and Photos

Origem: Kousen Mangás


Duração: 06 capítulos


Autor(a): ???


Gênero: Shounen/Tragédia/Adulto


Aviso: Esse mangá pode conter cenas inadequadas para menores


Resumo:

Um grupo de garotas se suicida ao se jogarem na frente de um trem cheio de pessoas, rindo e papeando como se nada tivesse acontecido. Aí começa a trágica e chocante história do "Clube do Suícidio", onde Saya foi a única pessoa a sobreviver sem ficar machucada nesse suícidio em massa.

Saya é uma estranha garota que mutila o seu próprio corpo entre outras coisas... Leia para descobrir coisas ainda mais pertubadoras por trás da história do Clube do Suícidio.

Capítulo 01

Capítulo 02

Capítulo 03

Capítulo 04

Capítulo 05

Capítulo 06

Acidente na Curva Três

Lendas Japonesas: Momotaro

1 Pictures, Images and Photos

Há muito tempo, em uma vila distante, vivia junto um casal de velhinhos. Num certo dia, o velhinho colhia gravetos de madeira na montanha e a velhinha lavava roupas no riacho. Enquanto esfregava as roupas, ela viu um pêssego enorme flutuando no rio e, com alguma dificuldade, conseguiu alcançá-lo.

Ela carregou o pêssego para casa, parando diversas vezes no caminho para descansar. O velhinho chegou em casa no final da tarde e ficou muito contente quando viu o enorme pêssego. "Que lindo pêssego, parece delicioso!", disse o velhinho. Quando se preparavam para fatiá-lo, o pêssego se mexeu. "Esta vivo, está vivo", disse a velhinha.

De repente, um pequeno menino saiu de dentro do pêssego. Estarrecidos, os dois ficaram olhando e examinando. Como não tinham filhos, eles ficaram muito contentes e resolveram adotar o menino. Decidiram que seu nome seria Momotaro.

O tempo passou e, quanto mais o Momotaro crescia, mais saudável ficava. Numa certa noite, ele ouviu conversas sobre os Onis, monstros que atacavam as aldeias e assustavam os moradores locais. Ele ficou tão bravo que tomou uma decisão: iria à Ilha dos Onis para combatê-los.

A princípio, seu pais ficaram muito assustados, mas gostaram de ver a coragem do filho. Apesar do medo que sentiam, os velhinhos preparam diversos bolinhos, os kibidangos, para Momotaro levar na viagem.

Na manhã seguinte, Momotaro partiu, levando consigo os kibidangos. No caminho, ele encontrou um cachorro. "Momotarosan, Momotarosan, por favor, dê-me um bolinho e eu irei com você enfrentar os Onis", disse o cachorro. Momotaro deu-lhe um kibidango e o cachorro partiu com ele.

Mais adiante, encontraram um macaco. "Momotarosan, Momotarosan, o que você leva neste saquinho?". "São kibidangos, os deliciosos bolinhos, os melhores do Japão"." Pode me dar um? Assim eu irei com vocês". E assim foi feito. Momotaro, o cachorro e o macaco seguiram o caminho juntos e, mais à frente, viram um faisão. Ele também pediu e ganhou um kibidango e assim seguiram em quatro.

Após uma longa jornada eles chegaram ao mar. Remaram e remaram, enquanto o faisão voava e indicava o caminho, pois o céu estava escuro e coberto de nuvens. Quando chegaram à ilha dos Onis, tudo parecia assustador, os portões do castelo eram grandes e escuros, havia névoa e o dia estava escuro.

O macaco, com toda sua agilidade, escalou o alto portão e o destrancou por dentro. Todos entraram no castelo e deram de cara com os horrendos Onis, que se levantaram e encararam os quatro. "Sou Momotaro e vim enfrentá-lo". Travou-se então uma grande luta. O faisão voava e, com seu bico afiado, feria os inimigos. O cachorro corria em volta do Onis e lutava com dentadas, enquanto o macaco utilizava suas unhas.

Finalmente, após muita luta, Momotaro e seus companheiros derrotaram os Onis. "Nunca mais vamos invadir as aldeias e prejudicar os moradores, nós prometemos. Por favor, poupe nossas vidas ", disse o chefe dos Onis.

Compreensivo e bondoso, Momotaro perdoou os Onis. Em troca, o chefe ofereceu-lhe os tesouros que eles vinham roubando das aldeias, eram moedas de ouro, pedras preciosas e outros objetos de grande valor. Momotaro retornou para casa e, quando seus pais o viram, não puderam acreditar. Ele estava salvo e carregava um grande tesouro, que foi dividido entre todos os moradores da aldeia.

sábado, 22 de agosto de 2009